Para potenciar a replicação e capacitar agentes externos à parceria a promover trabalhos de idêntica natureza noutros locais, a AQUALOGUS prevê organizar e dinamizar, na sub-ação D4.1, uma ação de formação teórico-prática sobre "Passagens Naturalizadas: Desenho, Construção e Monitorização."

A realizar em Águeda, esta ação contará com a participação de especialistas estrangeiros e elementos da equipa do projeto, sendo aberta ao público mediante inscrição. No programa, que poderá abranger um máximo de 40 formandos, serão incluídas visitas aos locais das passagens para peixes construídas nos rios Águeda e Alfusqueiro e algumas passagens existentes na bacia do rio Mondego.