Tendo por alvo a sustentabilidade da pesca profissional no território de intervenção, o LIFE ÁGUEDA dedica a este tópico uma atenção complementar, que visa assegurar condições adequadas a uma perspetiva multiuso dos ecossistemas fluviais e dos serviços de ecossistema por eles proporcionados.

Nesse contexto, o projeto integra uma ação de implementação específica, com cariz piloto, que visa ensaiar, avaliar e disseminar uma solução inovadora para assegurar a valorização económica do pescado capturado com respeito por condições e práticas que não coloquem em causa os stocks e populações existentes.

Sob coordenação da DOCAPESCA – entidade que tem por missão a prestação do serviço público de primeira venda de pescado -, os trabalhos da ação - B6 Desenvolvimento e implementação de solução-piloto de "Lota Móvel" englobam assim duas atividades complementares:

  • a criação de uma “Lota-Móvel”, na qual a lota se desloca ao pescador, por oposição à necessidade de o pescador se deslocar à lota, baseada numa viatura especificamente criada e operada para esse fim;

  • a operação da “lota-móvel” e dos mecanismos associados à atribuição de um “selo de origem” que permita diferenciar o pescado por ela processado, bem como da sua divulgação aos consumidores, em articulação com os restantes objetivos e atividades do projeto.

Globalmente, espera-se que o sistema possa ser ensaiado e avaliado ao longo de pelo menos 36 meses, findos os quais se avaliará a sua sustentabilidade futura, que desde já se considera viável assegurar.